terça-feira, 27 de outubro de 2020

Caso Rauan: Cabeleireiro agredido completa uma semana em coma; estado é grave

 

Caso Rauan: Cabeleireiro agredido completa uma semana em coma; estado é grave
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

O estado de saúde do cabelereiro Rauan Moreira, de 29 anos, ainda é grave e ele segue em coma induzido após uma semana desde que foi agredido com facadas e pedradas dentro de casa, no bairro Vila Ruy Barbosa, em Salvador, na última terça-feira (20) (lembre aqui).

 

A família de Rauan informou que ele tem um sangramento interno, mas os médicos ainda não conseguiram identificar o local exato deste sangramento, informa matéria do portal G1.

 

A equipe médica fez uma tentativa de diminuir a sedação do coma na segunda-feira (26), mas Rauan não reagiu bem e voltou ao nível de sedação anterior. 

 

Ainda segundo os familiares, uma nova tentativa de diminuição da sedação deve ser feita nesta terça.

 

A Justiça converteu a prisão Erisson Tiago dos Santos Silva, suspeito de agredir Rauan, de flagrante para preventiva nesta segunda-feira (26). Em depoimento aos policiais, o acusado admitiu que ele e um adolescente teriam feito um programa com Rauan, o cabelereiro teria se negado a realizar o pagamento, e diante disso a dupla se apossou da motocicleta e de um aparelho celular da vítima. Depois do roubo, os suspeitos atacaram Rauan com golpes de pedra e faca. A decisão de conversão da prisão partiu da juíza Ivana Carvalho Silva Fernandes, da Vara de Audiência de Custódia de Salvador (leia mais aqui). 

 

A prisão dos suspeitos, um homem e um adolescente, ocorreu em Salvador, no bairro do Uruguai, no sábado (24) (leia aqui). Os suspeitos foram localizados por meio de uma denúncia anônima, na Rua Ceará-Mirim, conjunto Santa Luzia. Na ação, foram apreendidos uma moto e material de salão de beleza. A agressão ao cabelereiro Rauan Moreira, de 29 anos, ocorreu na terça-feira (20) (lembre o caso aqui).


Fonte; Bahia Noticias