terça-feira, 15 de dezembro de 2020

BP Money: Oi vai do apogeu da telefonia no Brasil à recuperação judicial; entenda

 

BP Money: Oi vai do apogeu da telefonia no Brasil à recuperação judicial; entenda
Foto: Divulgação

Os trintões de hoje sabem bem como a Oi foi crucial para a popularização no processo de construção do comportamento de uso de celulares e de serviços de telefonia móvel no Brasil no início dos anos 2000. Pacotes de SMS e de minutos para ligações interurbanas, sem deixar de fora o famoso “Oi 31 anos” povoam bem esse universo de memórias. No entanto, a empresa que nasceu em 1998 e chegou a assumir o topo da comunicação móvel no Brasil, enfrenta atualmente um processo de recuperação judicial e uma situação financeira que se arrastou por alguns anos. 


No processo, viu prisão de acionistas, estes relacionados em esquemas investigados pela operação Lava Jato e uma crescente dívida já fora de controle. Nas últimas semanas, a empresa realizou leilões de ativos, incluindo torres, data centers e, por fim, a Oi Móvel, arrematada por outras companhias em operação no Brasil – Tim, Vivo e Claro. A venda de ativos é parte de um plano de recuperação. Entenda o movimento da empresa em seus 22 anos de existência. Veja a linha histórica no site da BP Money.